Floresta Amazônica - Vista do Manauara
Marlim Azul - Pescaria no Pacífico
Pantanal Norte - Vale das palmeiras

MARÇO A MAIO

O Pantanal inicia a sua vazante em Março e vai até Maio. Neste período a melhor opção de pesca é o Pacu, que pode ser pescado de duas maneiras: de "batida", nas margens do rio, com vara de bambu e isca de coquinho (tucum - fruta regional), de jenipapo ou de bolinho, mistura de farinha de mandioca, farinha de trigo e ksuco sabor de frutas; ou ainda, com vara e molinete em poços profundos com isca de caranguejo. Chama-se a atenção que para esta pesca é necessário um anzol próprio para o Pacu. Tem-se também a opção da pesca de peixes de fundo de couro e de escamas: o Jaú, o Pintado, a Cachara (o Surubim), o Dourado, o Barbado e vários outros tipos de peixes. É a chamada pesca de rodada (o barco fica solto, descendo a correnteza dos canais) e como iscas, são usados tuviras, mussum e iscas brancas. Neste período é muito apreciada a pesca do Dourado: com iscas artificiais e ou tuviras, e iscas brancas, chega-se aos corixos, onde o Dourado fica, na boca da vazante, a espera de peixes menores (lambari, sauá, sardinha, etc) que saem do mato e ao encontrar a vazante são atacados pelo. 

Dourado.

Nesta época a temperatura é muito elevada, variando de 32 a 42 graus Celsius, o clima é extremamente seco, sem chuvas, e recomenda-se o uso de filtro solar. De final de abril a maio observa-se o fenômeno da "dequada" (cinzas e resíduos das queimadas atingem o Rio Paraguai trazidos dos campos do Pantanal e arrastados pelas águas de chuva).

JUNHO E JULHO

O Rio Paraguai está com nível mais baixo e estes dois meses se caracterizam pela pescaria de fundo : o Jaú, o Pintado, a Caxara (o Surubim), o Dourado, o Barbado, etc, e a tuvira é a isca mais usada e mais preferida. Pesca-se também o Pacu, em locais de fundo de baías, com remansos, a isca é o caranguejo e o material utilizado é a vara, o molinete e o anzol próprio para o Pacu. Neste período a temperatura é mais amena, variando de 20 a 30 graus Celsius, e clima seco, sem chuvas. Entretanto, podem ocorrer inversões térmicas repentinas, fazendo a temperatura cair até 10 graus Celsius. Recomenda-se o uso de um abrigo de moletom e ter a mão um agasalho suficiente para abrigar até 8 graus Celsius de temperatura.

AGOSTO E SETEMBRO

Nestes meses o Rio Paraguai está muito baixo e atinge a sua cota mínima: como diz o Pantaneiro, "o rio está na caixa", ou seja, está no seu leito normal. A pesca continua igual a do período Junho e Julho acima, com apenas uma mudança: inclui a pesca do Pacu de batida, com vara de bambu e isca de bolinho, que é a mistura de farinha de mandioca, de farinha de trigo, e de ksuco de sabor de frutas. Nesta época a temperatura volta a subir, variando de 32 a 42 graus Celsius, e os dias são extremamente secos (sem chuva).

OUTUBRO

Final da temporada de pesca, caracteriza-se pela pesca de todos os tipos de peixe e suas respectivas formas de pesca. Ainda é um período quente - temperaturas variando de 32 a 42 graus Celsius - mas, podem ocorrer eventuais chuvas que faz a temperatura, principalmente à noite, variar entre 20 e 30 graus Celsius. Com as chuvas, o Rio Paraguai começa a subir lentamente e tem início o período de cheia do Pantanal.

EQUIPAMENTOS INDICADOS 

PINTADO E CACHARA
Varas: 15 a 30 lbs - Linhas: 0.50 ou 0.60 mm.
Anzóis: 6/0, 7/0, 8/0 encastoados com fio de aço. 

PACU E PIAUÇU
Varas: 15 a 25 lbs - Linhas: 0.50 mm.
Anzóis: de haste curta 3/0, 4/0, 5/0 já encastoado com fio de aço de 5 a 10 cm. 

DOURADO
Iscas artificiais (colher é proibido)
Varas: 15 a 25 lbs - Linhas: 0.50 ou 0.60 mm.
Anzóis: 6/0, 7/0, 8/0 encastoados com fio de aço de 15, 20 ou 25 cm. 

JAÚ
Varas: 50 lbs ou mais - Linha: 0.70 ou 0.80 mm.
Anzóis: 6/0, 7/0, 8/0 encastoados. 

PIRANHAS, PIRAPUTANGAS E OUTROS PEIXES MENORES
Varas: 12 a 25 lbs - Linhas: 0.35 a 0.50 mm.
Anzóis: 1/0 a 4/0 encastoados com fio de aço.

Chumbadas: pequenas (leves) para pesca de rodadas, médias e grandes (pesadas) para pesca de fundo. 

DICA ESPECIAL: as varas de pesca podem ser apenas duas, uma de equipamento pesado (para Cachara, Jaú, Dourado e Pintado) e uma leva para pesca de peixes menores.

JAMAIS ESQUECER

Medicamentos de uso contínuo para aqueles que não podem deixar seu tratamento de lado
Analgésicos, engov, sal de frutas Eno ou estomazil ou sonrisal, repelente e protetor solar
Camisas de tecido leve, manga comprida
Agasalhos para os períodos sujeitos a frentes frias (maio a agosto)
Chapéus ou bonés com protetores de nuca
Óculos polarizado e capa de chuva
Filmadora, máquina fotográfica, carregadores e baterias

IMPRESCINDÍVEL: BOM HUMOR

Trazer 01 prego de cerca, enferrujado e torto, para levar no bolso (dizem que espanta os pé-frios e dá muita sorte!!!)
Deixar os problemas longe do barco
Não falar de trabalho durante a pescaria
Abrir a caixa de pesca ao menos 01 vez durante a pescaria para depois não ter surpresas quando chegar de volta em casa (essa é das boas!)

LEMBRAR-SE SEMPRE: mais vale um péssimo dia de pescaria, que muitos dias de bom trabalho (essa é melhor ainda!)

BOA PESCARIA!!!

Contato